Preparativos para a viagem: a rota!

Para definir o trajeto da viagem, comprei diversos mapas, do Brasil e dos estados pelos quais vou passar, medi as distâncias dos locais em centímetros para depois converter com a escala, e…

Ah não, já inventaram o Google Maps e o Bikemap.
Alguns mais saudosistas devem achar que não tem mais tanta graça viajar com toda essa tecnologia, perde o elemento surpresa, fica fácil demais. De certa forma deve ser verdade.
Por outro lado acho muito bom sair de casa sabendo quais subidas e descidas vou pegar, distâncias entre as cidades, para escolher pontos de parada, já ter uma idéia aproximada da quilometragem total da viagem, etc. E também é ótimo poder compartilhar rotas, caminhos possíveis e idéias através de um simples link.

Mas acho legal também não deixar isso tomar conta demais da viagem. Não tenho e nem quero ter GPS, não acho necessário. Os pontos de parada são apenas previsões, não tenho obrigação de chegar até eles na data prevista, nem de ficar o tempo previsto.
Mas eu sou metódico e gosto de ter tudo bem esquematizado, pra que os imprevistos e surpresas sejam mais positivos do que negativos.

Minha idéia é viajar num ritmo um pouco mais puxado nos primeiros 5 dias, até São Paulo, numa média de 100km diários. Lá vou descansar por alguns dias, e a partir daí diminuo o ritmo para uns 80 km por dia (em alguns trechos mais, em outros menos).

As outras paradas longas que faço são em Juquitiba (SP), Curitiba e Florianópolis, por uns 3 dias em cada cidade.
Nos demais pontos, a princípio, só vou pernoitar. Mas tudo pode mudar, dependendo do que eu encontrar, das paisagens, natureza, pessoas.

No trecho do Lagamar (divisa SP/PR) e de Curitiba até Garopaba quase tudo das rotas do Rodrigo Primo, que já pedalou por esses dois caminhos.
Em algumas cidades vou ficar na casa de amigxs, em outras consegui hospedagem pelo couch surfing. Em Passa Três vou tentar um teto com a galera que me abrigou quando fui a Lídice. E em outros pontos o esquema vai ser acampar na estrada e no mato mesmo.

A propósito, não estou levando barraca, só um saco de dormir e uma barraca de emergência, que é uma tenda super simples, custa $ 20, dobrada fica do tamanho de uma camisa, e como o nome diz, serve para emergências.

Segue o link do mapa com o trajeto planejado. E tudo pode mudar.

http://www.bikemap.net/route/1352347

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s