MACARROZ (ou uma refeição saudável, barata e preguiçosa)

Hoje eu tinha que fazer comida, e estava com preguiça.
E faz um tempo que vinha pensando em como desenvolver formas mais nutritivas, baratas e práticas de comer durante uma cicloviagem, especialmente ser for uma viagem solitária, onde a comida tem que ser feita em quantidades bastante reduzidas.

E por refeição nutritiva, eu digo ARROZ E FEIJÃO (ou variações disso). Isso porque o resto da refeição nutritiva -legumes, folhas, etc – é mais fácil de fazer em pequena quantidade. Mas e ARROZ E FEIJÃO??!
E pequena quantidade eu quero dizer: uma única refeição. Um prato. Acabou o dia de pedalada, faz, come, e não sobra nada pra guardar pra levar no dia seguinte, porque vai estragar e vai ser peso.

Então, somando todos esses fatores, resolvi testar uma forma de fazer arroz que muit@s já usam, mas que para muit@s outr@s é uma heresia contra forma “tradicional” de cozinhar o cereal.

Funciona assim:
ferva umas 2 xícaras de água (creio que serão suficientes, e se for acabando, é só colocar mais). quando estiver borbulhando, coloca azeite e sal a gosto. aí despeja o arroz dentro. 4 colheres de sobremesa são suficientes para um ciclista de fome moderada. ah, detalhe importante: fiz o teste com arroz integral. logicamente deve funcionar com o branco.
deixa no fogo. quando o arroz estiver cozido, desliga, e escorre (é, escorre, com um coador, igualsinho você faz com macarrão. até ficar sequinho).

pronto, você tem uma refeição de arroz feita de maneira ridiculamente fácil, suja quase nada, não precisa guardar nada. é tão fácil quando um miojo (só demora mais). perfeito para fazer num acampamento de beira de estrada numa viagem de bike, não?

E quanto ao feijão? Bom, nosso tradicional feijão preto (e seus primos) demoram muito mais que o arroz pra cozinhar. A alternativa de leguminosa extremamente nutritiva e saborosa pra complementar isso é a lentilha. Mistura os dois, em proporção mais ou menos de 2 de arroz pra 1 de lentilha (ou mais ou menos, depende do seu gosto). e taca no fogo. Eles cozinham praticamente no mesmo tempo. E você tem a combinação cereal + leguminosa, que é uma das principais bases proteicas da dieta vegetariana, e também da dieta brasileira e de outros lugares do mundo.

E aí você corta uma cebola em rodelas, passa na farinha, frita, e… bem, morra de saudades do árabe do largo do machado, jogado em algum canto de estrada no mundo.

bom apetite.

Anúncios

Uma resposta em “MACARROZ (ou uma refeição saudável, barata e preguiçosa)

  1. Olá,

    Falamos recentemente sobre blogos e relacionamentos, e me deu vontade de revisitar esse seu cantinho; numa vaga e despreocupada navegação me acho nessa deliciosa (em vários sentidos) postagem. Melhor do que isso só macarroz ao vivo, temperado com abraços.

    Voltem – não logo, mas voltem.

    =]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s